BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Draghi faz alerta aos antivacina e pede que população não deixe de se imunizar

23 de julho de 2021 - Por Comunità Italiana
Draghi faz alerta aos antivacina e pede que população não deixe de se imunizar

O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, fez um apelo na quinta-feira (22) para todos os cidadãos tomarem vacina contra a Covid-19 e afirmou que os movimentos contra a imunização são uma forma de pedir para morrer. Apesar de não citar nomes, a declaração foi uma clara resposta ao ex-ministro do Interior da Itália Matteo Salvini, líder do partido ultranacionalista Liga, que desaconselhou a vacina anti-Covid para menores de 40 anos.

“Os apelos para não se vacinar são convites para morrer, ou para matar. Você não se vacina, fica doente e morre, ou você infecta as pessoas e as deixa morrer”, afirmou o premiê durante coletiva de imprensa.

Salvini, por sua vez, respondeu o premiê italiano rapidamente: “O objetivo de todos, meu e de Draghi, é salvar vidas, proteger os italianos, sua saúde, seu trabalho, sua liberdade. Comunidades científicas e governos, como os da Alemanha e da Grã-Bretanha, que exigem cautela sobre vacinas para menores, convidam, talvez, a morrer? Felizmente, não”, rebateu.

Para Draghi, no entanto, todos os italianos devem se vacinar para proteger a si e a própria família, principalmente no momento em que o país tenta controlar a pandemia de Covid-19 e se recuperar economicamente da crise provocada pela emergência sanitária.

“O verão já é pacífico e queremos que continue assim”, explicou o premiê italiano. “A economia está indo bem, está se recuperando e a Itália está crescendo a um ritmo ainda mais rápido do que outros países europeus”.

Draghi lembrou que, apesar do novo aumento no número de casos, a situação da Covid-19 no país “está melhorando significativamente”, graças à campanha de vacinação. Mas ainda assim é preciso ter cautela porque “a variante Delta é ainda mais ameaçadora do que outras variantes”.

“Cerca de dois terços dos italianos com mais de 12 anos receberam uma dose, mais da metade dos italianos completaram o ciclo de vacinação”, explicou Draghi, acrescentando que a meta do comissário para a emergência da Covid-19, general Francesco Figliuolo, para meados de julho foi superada.

O premiê esclareceu ainda que a decisão de introduzir o uso do passaporte sanitário, certificado de cura da doença ou exame negativo, para acessar mesas em áreas fechadas de bares e restaurantes não é uma arbitragem, mas uma condição para o não encerramento das atividades produtivas.

Segundo ele, o “green pass” é uma medida com a qual os cidadãos podem continuar a realizar as atividades com a garantia de se encontrarem entre pessoas que não são contagiosas.

“É uma medida que dá serenidade, não que tira a serenidade, que permitirá aos italianos vivenciar um verão com menos ansiedade, se divertir, ir a um restaurante, participar de shows. Sem vacinação, tudo deve ser fechado de novo”, insistiu o premiê, reforçando que “um apelo para não se vacinar é um apelo para morrer”.

Por fim, Draghi informou que as discotecas permanecerão fechadas, mas existe um “acordo total para compensá-las”.

Em relação à escola, apesar do passe verde no transporte público ter sido adiado por enquanto, o objetivo “é fazer com que todos voltem a comparecer”, garantiu Draghi. “Tudo o que é necessário está feito e vai ser feito. De resto estamos à espera de discutir uma série de regras sobre escolas e transportes públicos”.

Incidência de casos de Covid na Itália dobra em uma semana

A incidência de casos do novo coronavírus na Itália mais que dobrou em uma semana, confirmando a tendência de aceleração da disseminação do Sars-CoV-2 no país. Segundo o monitoramento periódico do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta-feira (23), o índice saltou de 19 para 41 novos casos para cada 100 mil habitantes entre a semana passada e a atual.

A ilha da Sardenha lidera o ranking de incidência entre as 20 regiões do país, com 82,8 casos para cada 100 mil habitantes. Na sequência aparecem Vêneto (68,9/100 mil), Lazio (68,8/100 mil) e Sicília (64,9/100 mil).

Apesar disso, os índices de ocupação de leitos de enfermaria e UTI por pacientes com Covid permanecem baixos: 2,1% e 2%, respectivamente, com picos de 5,7% (enfermaria) e 3,4% (UTI) nas regiões da Calábria, no sul do país, e Toscana, no centro-norte.

Até a semana passada, a incidência de novos casos era o principal fator para determinar a faixa de risco de cada região (branca, amarela, laranja ou vermelha), mas o governo mudou os critérios e passou a considerar a ocupação hospitalar em primeiro lugar.

Isso se deve à expectativa de que o aumento dos contágios não se reflita em crescimento nas internações e mortes, uma vez que mais de 60% da população está ao menos parcialmente vacinada contra a Covid-19, enquanto quase 50% já concluiu o ciclo de imunização.

A partir de agora, uma região só vai regredir para a faixa amarela quando tiver 10% de seus leitos de UTI e 15% de seus leitos de enfermaria ocupados por pacientes com Covid.

As regiões que alcançarem 20% de ocupação de UTIs e 30% em enfermarias vão regredir para a zona laranja, enquanto para a faixa vermelha, cujas regras são semelhantes às de um lockdown, serão considerados os patamares de 30% e 40%, respectivamente.

As 20 regiões da Itália estão hoje na zona branca, com funcionamento de praticamente todas as atividades (a única exceção são as casas noturnas) e sem obrigação do uso de máscara ao ar livre. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6438
            [name] => Coronavírus
            [slug] => coronavirus
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6438
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1473
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6564
            [name] => Covid-19
            [slug] => covid-19
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6564
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1353
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 4579
            [name] => Mario Draghi
            [slug] => mario-draghi
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 4579
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 83
            [filter] => raw
        )

    [3] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6602
            [name] => Pandemia
            [slug] => pandemia
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6602
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1278
            [filter] => raw
        )

    [4] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 5143
            [name] => Vacina
            [slug] => vacina
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 5143
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 118
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Grupo de partidos e associações da Itália iniciaram campanha para convocar um plebiscito sobre a descriminalização do cultivo e do uso da maconha. Você é a favor da liberação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 21h38
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.