A Dolce & Gabbana é a primeira marca de luxo a ampliar sua tabela de tamanhos até o número 54, conhecido também por ‘plus size’

A medida foi classificada por muitos como uma tentativa de parecer mais inclusiva após a marca ter sido acusada de racismo e machismo devido a uma campanha publicitária veiculada no final do ano passado. No vídeo, uma moça chinesa aparecia tentando comer pratos italianos utilizando pauzinhos enquanto uma voz masculina fazia piadas sobre ela. A rejeição à propaganda foi tanta que um desfile da marca que aconteceria em Xangai foi cancelado às pressas, já que muitas celebridades prometeram boicotar a marca. Os estilistas-chefes Domenico Dolce e Stefano Gabbana postaram um vídeo pedindo desculpas, mas a imagem da marca seguiu arranhada.

Em uma nota veiculada no jornal britânico The Telegraph, Domenico Dolce e Stefano Gabbana disseram que a disponibilização de tamanhos maiores é um “tributo a todas as mulheres, a todos os formatos de corpos femininos”. Os estilistas disseram “sempre” ter amado a silhueta feminina em todos os seus tamanhos.

Os novos tamanhos já estão disponíveis na pré-coleção de outono que acaba de chegar às lojas. A Dolce & Gabbana também prometeu contratar mais modelos plus size para as suas campanhas publicitárias futuras. Não será a primeira vez, no entanto. Embora a maioria das modelos nos comerciais da marca ainda seja magra, a Dolce & Gabbana já trabalhou com modelos plus size famosas como Ashley Graham e Tess Holliday.