A dívida pública da Itália bateu um novo recorde em julho e chegou à marca de 2,409 trilhões de euros, um aumento de 23,5 bilhões (0,97%) em relação a junho. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (16) pelo Banco da Itália.

O nível de endividamento renovou sua máxima histórica pelo segundo mês consecutivo e equivale a cerca de 132% do Produto Interno Bruto (PIB) italiano, o segundo maior índice entre os países da zona do euro, atrás apenas da Grécia.

A dívida elevada é um dos principais entraves para a economia da Itália, já que obriga o governo a limitar investimentos para manter o déficit dentro dos parâmetros exigidos pelas políticas fiscais da União Europeia. (Ansa)