Após especulações sobre sua saída, durante a vinda de Dani Alves para o Brasil, o jogador brasileiro confirmou sua saída da Juventus

“Hoje termina nossa relação profissional, e eu levarei comigo todos aqueles que fazem da Juve, de verdade e de coração, um grande clube”, escreveu em espanhol no seu perfil do Instagram.

Após entrar em atrito com os torcedores da Velha Senhora, por causa de suas falas durante uma entrevista no programa “Esporte Interativo”, aqui no Brasil, onde ele demonstrou interesse em jogar na Inglaterra e afirmou que o atacante Paulo Dybala deveria mudar de time, caso quisesse evoluir, o atacante se posicionou sobre o assunto.

“Peço perdão aos torcedores da Juventus se em algum momento pensaram que eu fiz alguma coisa para lhes ofender. Nunca tive essa intenção, apenas tenho uma maneira de viver as coisas espontaneamente”, acrescentou.

Dani Alves fez questão de comentar sobre o que o CEO da Juve, Beppe Marotta, falou sobre a sua saída, antes mesmo que o jogador anunciar, demonstrando um mal estar na relação.

“Como sabem, eu sempre peco por dizer o que penso e o que sinto… Eu sinto que devo dizer obrigado ao senhor Marotta pela oportunidade que eu te dei de ter um grande profissional e alguém que ama sua profissão como ele, mas… Não jogo futebol por dinheiro. Deixarei que você aproveite o que eu trabalhei para que você tenha muitos anos de férias. Eu amo o futebol, e dinheiro nunca vai me segurar em algum lugar”, ironizou.

Sendo avaliado para Manchester City, Dani Alves jogou na última temporada pela Juventus e conquistou o Campeonato Italiano e a Copa Itália, além de ficar como vice na Liga dos Campeões.