cosenostreEm reunião bilateral realizada durante a Cúpula do G20, (5/9), o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, propôs oficialmente ao presidente Michel Temer a realização de uma missão de empresários italianos ao Brasil. Ficou acertado que o planejamento da missão italiana será encaminhado, do lado brasileiro, pelos ministros das Relações Exteriores, José Serra, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira. No encontro, Temer reiterou o interesse do Brasil na venda da aeronave KC-390 para a Itália, um supercargueiro brasileiro desenvolvido pela Embraer em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB).

Despedida de Annis e La Bella
Na noite de 24 de agosto, a Embaixada italiana organizou um coquetel de despedidas de dois funcionários: o conselheiro econômico Gabriele Annis e o conselheiro político Alberto La Bella. Antes de chegar a Brasília, Annis foi cônsul-geral em Belo Horizonte. Na Embaixada italiana, ocupou vários cargos, entre os quais o de coordenador da rede consular. Durante a sua estadia na capital mineira, o diplomata sardo recebeu o título de cidadão honorário de Belo Horizonte e de Barbacena. No final de agosto, assumiu o cargo de embaixador no Paraguai. Já La Bella, originário da cidade siciliana Sciacca, chegou a Brasília após cinco anos na Embaixada de Nairóbi, onde atuou como chefe adjunto de missão. Agora o diplomata é vice do chefe de gabinete do Ministério italianos dos Assuntos Exteriores e Cooperação Internacional. O seu chefe é Raffaele Trombetta, ex-embaixador no Brasil.

Roma 2024
De acordo com uma pesquisa do instituto italiano Censis, 50,2% dos romanos são a favor da candidatura da capital italiana à sede olímpica de 2024. Os contrários foram 36,2%; e os que se declaram indiferentes, 11,3%. Apenas 2,3% não sabem responder. Os cidadãos favoráveis acreditam que os Jogos seriam uma ocasião para melhorar a cidade e fazer novos investimentos. E se houvesse medidas contra o desperdício e a corrupção, 33,2% que votaram contra a candidatura estariam dispostos a mudar de ideia.

Abraço carioca
O Cristo Redentor voltou a ser iluminado com as cores da bandeira italiana na noite de 25 de agosto em homenagem às vítimas do terremoto que atingiu a Itália. O cardeal arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, enviou uma carta ao cônsul-geral da Itália no Rio, Riccardo Battisti. “Neste Ano Jubilar, no qual a Igreja Católica celebra a Misericórdia, elevo a Deus minhas preces para que acolha no seu abraço misericordioso aqueles que partiram desta vida, console os familiares enlutados e renove as esperanças dos que precisam reconstruir suas vidas”, escreveu.

O Messia em Cremona
O retorno a Cremona do violino Messia, datado de 1716, é um evento histórico. O Museu do Violino organizou uma exposição aberta ao público durante todo o período de permanência do instrumento, de 15 de setembro a 18 de dezembro. Além disso, o dia 9 de outubro será uma jornada dedicada ao estudo do Messia, o violino mais interessante e intrigante de Antonio Stradivari. Especialistas irão apresentar os seus estudos sobre diferentes aspectos do instrumento, cujo estado de conservação surpreende os pesquisadores de todo o mundo.

Berlusconi no cinema
O cineasta Paolo Sorrentino anunciou o seu próximo projeto no qual o ex-premier italiano Silvio Berlusconi será o protagonista. O título previsto é Loro, palavra que, além de significar “ele, faz trocadilho com l’oro (o ouro). A notícia foi dada em primeira mão pela revista Vanity Fair e teve repercussão mundial. As filmagens estão previstas para começar no verão europeu de 2017. Não é a primeira vez que Sorrentino se envolve com roteiros políticos, pois em 2008 apresentou O Divo, sobre a vida de Giulio Andreotti.

Concessões e privatizações
Em parceria com o Ministério brasileiro do Planejamento, Orçamento e Gestão e o Banco do Brasil, a Embaixada italiana promove nos dias 28 e 29 de setembro um evento dedicado aos investimentos nos setores de infraestrutura e energia, tendo em vista as concessões e privatizações anunciadas pelo governo brasileiro. Representantes de empresas italianas participam do encontro em Brasília para saber mais sobre as oportunidades de participação no capital social de empresas brasileiras e de financiamento por parte da italiana Sace (Seção Especial para o Seguro do Crédito à Exportação) e do setor bancário. O programa de privatização foi anunciado como prioridade pelo novo governo que, apesar das altas na Bolsa, deve enfrentar a alta do desemprego e da recessão, além dos protestos anti-Temer.

Boschi no Brasil
No final deste mês, a ministra italiana das Reformas e das Relações com o Parlamento, Maria Elena Boschi, visita as cidades de Porto Alegre, São Paulo e Brasília. Entre os assuntos, Boschi explicará à comunidade italiana a reforma constitucional defendida pelo primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, objeto do próximo referendo. Uma das medidas previstas na reforma é limitar os poderes do Senado e acabar com o chamado “bicameralismo perfeito”.

Io non sono Charlie
O jornal satírico Charlie Hebdo voltou a causar polêmica, desta fez ao fazer charges retratando as vítimas do terremoto na região central da Itália. Localizada na ultima página do jornal, ainda traz a frase: “Cerca de 300 mortos em um terremoto na Itália. Ainda não se sabe se o tremor gritou Allah Akbar antes de começar”. A imagem intitulada Terremoto à Italiana traz um homem ensanguentado, chamado de “penne ao molho de tomate”, uma mulher ferida definida como “penne gratinado”, e uma pilha de corpos denominada “lasanha”.