Velha Senhora perdeu título de 2005/06 em função do Calciopoli

O Colégio de Garantia do Esporte, principal instância da Justiça desportiva da Itália, classificou como “inadmissível” o pedido da Juventus para que o título da Série A da temporada 2005/06 fosse retirado da Inter de Milão.

Na época, a Juventus conquistou o título da Série A, tendo o Milan chegado em segundo, e a Inter, em terceiro. Contudo, a Federação Italiana de Futebol (Figc) puniu a Velha Senhora e o clube rossonero pelo envolvimento no “Calciopoli”, um escândalo de manipulação de resultados que envolveu dirigentes e clubes do país.

Por consequência, a Juventus acabou rebaixada para a segunda divisão e também ficou sem o título conquistado na temporada 2004/05. Enquanto o Milan teve a perda de 30 pontos e terminou na terceira posição. A Inter, que não recebeu nenhuma punição, assumiu a liderança e foi declarada a campeã da Série A da temporada.

Em dezembro, a Corte de Cassação da Itália, instância máxima da Justiça do país, também rejeitou o recurso da Velha Senhora contra a decisão da Corte de Apelação de Roma, que em 2016 deu o título ao clube nerazzurro. O objetivo da Juventus era que o título ficasse como “não designado”.