Início » Corte de Apelação de Brescia absolve acusado de feminicídio por ‘ciúmes’

Corte de Apelação de Brescia absolve acusado de feminicídio por ‘ciúmes’

28 de março de 2022 - Por Comunità Italiana
Corte de Apelação de Brescia absolve acusado de feminicídio por ‘ciúmes’

A Corte de Apelação de Brescia absolveu na última sexta-feira (25) o professor aposentado Antonio Gozzini, de 81 anos, da acusação de feminicídio contra sua esposa por ser considerado “incapaz de entender e querer porque estava sofrendo de um delírio de ciúmes”. A Procuradoria-Geral de Brescia havia pedido a condenação de Gozzini a 21 anos de prisão pela morte de sua companheira, Cristina Maioli, de 62 anos, em 2019, alegando que “ele era plenamente capaz de entender e querer”.

O italiano foi absolvido depois que seu advogado de defesa alegou que ele sofria de um delírio de ciúme. “Seu ciúme patológico nunca surgiu antes do assassinato. Só foi falado depois, apenas na tentativa de encontrar uma causa de não punição”, disse o procurador-geral de Brescia, Guido Rispoli, que chegou a pedir prisão perpétua.

De acordo com Rispoli, o risco é que a decisão passe a mensagem que os atos de qualquer homem ciumento podem ser justificados.

Na madrugada entre 3 e 4 de outubro de 2019, Gozzini matou Maioli enquanto ela dormia. O aposentado primeiro atingiu a esposa com um rolo de massa e depois a esfaqueou na garganta e nas pernas. Após o crime, ele observou o corpo por mais de 24 horas, antes de avisar a empregada. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 03h08
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.