Mesmo a visão ácida e mordente de Portinari, na fome dos retirantes e nos trabalhadores do café, não perde a densidade lírica, ao mesmo tempo intensa e mitigada Manuel Bandeira foi quem melhor situou os escritos de Portinari. Não reduziu os poemas a meros satélites de sua obra principal.

Este conteúdo é restrito a membros assinantes do site. Se você é um usuário cadastrado, por favor faça login.

Quer fazer sua assinatura Comunità Italiana e ter acesso a todo conteúdo do site?

Então clique aqui e faça seu registro.

Login de Usuários