Por razões de segurança, a cidade de Cavallino-Treporti, na região do Vêneto, adotou uma medida que proíbe banhistas de construírem castelos de areia na praia. A pequena cidade italiana, que possui pouco mais de 13 mil habitantes, recebe anualmente milhões de turistas e a decisão causou polêmica.

A nova medida serve para evitar que castelos de areia impeçam o trânsito de pessoas ou de veículos de emergência. Franco Beccari, que está passando suas férias com os netos em Cavallino-Treporti, enviou uma carta para o jornal online “La Voce di Venezia” expressando sua decepção com a nova medida.

“Melhor mudar para um resort à beira-mar se eu não posso deixar meus netos fazerem castelos de areia na praia. Eu era criança e a brincadeira que mal podíamos esperar era construir algo com areia. Se você não faz na praia, onde poderá fazer? Difícil responder quando não há explicação lógica, mas eu tenho a resposta em minha cabeça: ir para outro lugar”, escreveu Beccari.

A prefeita de Cavallino-Treporti, Roberta Nesto, destacou que a medida “incorpora regulamentos nacionais e regionais”, além de ter afirmado que será “aplicada com bom senso”. (Ansa)