Um museu da cidade italiana de Portoferraio, que fica no litoral da Toscana, inaugurou nesta segunda-feira (29) uma mostra para comemorar os 250 anos do nascimento de Napoleão Bonaparte, celebrados em 15 de agosto.

Chamada “Napoleão 1769-2019: Um ‘grande’ da França na Toscana”, a exposição fica em cartaz no Museu das Residências Napoleônicas até 31 de outubro, na principal cidade da ilha de Elba, onde o imperador se exilou entre 1814 e 1815.

A exposição reúne cerca de 1,5 mil soldadinhos de chumbo que contam a carreira militar de Napoleão, desde seus primeiros sucessos como general, em 1793, até seu exílio e morte na ilha britânica de Santa Helena, em 1821.   

A maior parte dos itens foi feita na Itália, na primeira metade do século 19, e a coleção pertence à Fundação CR Firenze, ligada a um banco homônimo de Florença. A exposição também apresenta documentos relativos à estadia de Napoleão na ilha de Elba, incluindo cartazes e cópias de cartas escritas pelo imperador.   

Com curadoria de Giuseppe Adduci, a mostra acontece no âmbito de uma lei regional para valorizar as personalidades responsáveis pela construção da identidade toscana.