Início » Cidade de Orgosolo, na Sardenha, anuncia introdução de taxa para turistas

Cidade de Orgosolo, na Sardenha, anuncia introdução de taxa para turistas

08 de janeiro de 2024 - Por Comunità Italiana
Cidade de Orgosolo, na Sardenha, anuncia introdução de taxa para turistas

A cidade de Orgosolo, localidade mais visitada no interior da ilha da Sardenha, anunciou que introduzirá uma taxa turística a partir de 1º de abril e provocou polêmica no território no sul da Itália.

Uma resolução aprovada na Câmara Municipal no último dia 29 de dezembro prevê a cobrança de um euro por cada turista que se hospedar em um hotel ou bed and breakfast (B&B, um tipo de pousada bastante comum na Europa) da cidade, conhecida pelos seus famosos murais.

A taxa tem como objetivo arrecadar verba para cobrir parte dos serviços turísticos, custos que serão aliviados do orçamento escasso. No entanto, a medida não obteve aprovação de parte dos parlamentares, moradores e representantes do setor de turismo.

“Não temos conhecimento de que os operadores tenham sido ouvidos nem que a comissão de turismo tenha sido chamada a manifestar a sua opinião. Os gestores que devem fazer a arrecadação, emitir recibos, acertar o pagamento ao município, guardar faturas e recibos”, afirmaram em nota Dionigi Deledda, Nicola Garippa, Antonio Devaddis e Pasquale Lovicu.

Segundo o comunicado, na previsão orçamentária está prevista uma arrecadação de 4 mil euros por ano deste imposto. “Vamos imaginar que investimento pode ser feito para o turismo com este número”.

Apesar das críticas, a maioria está convencida da validade da medida. “A taxa turística é absolutamente adequada, especialmente numa cidade turística que tem poucos fundos para oferecer os serviços necessários”, explica o vice-prefeito Peppino Rubanu.

De acordo com ele, “em Orgosolo existem cerca de 30 pousadas que oferecem um total de cerca de 300 camas, além de alguns hotéis. Antigamente as pessoas vinham passar o dia, mas hoje há muitos turistas que decidem ficar uma ou mais noites e é justo que o município estabeleça o imposto e devolva os serviços”.

A prefeitura garante que os fundos arrecadados serão destinados à renovação dos murais, uma verdadeira atração da zona de Barbagia, para um ponto de informação para sinalização e eventos culturais, além de servir para reparar os danos causados pelo vandalismo.

“Temos muitas despesas para fazer, inclusive a de restauração da iluminação pública: 30 postes de iluminação foram derrubados durante as férias que acabaram de passar e o gasto com a restauração é enorme. Por todos esses motivos, a polêmica da minoria parece apenas especulação para nós”, concluiu Rubanu. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 00h51
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.