Centenas de pessoas do mundo da cultura e admiradores do diretor e aclamado cenógrafo italiano Franco Zeffirelli se despediram na segunda-feira (17) do artista em um velório realizado no Palazzo Vecchio, em Florença.

De acordo com parentes, o cineasta morreu no último sábado em Roma na companhia de seus filhos adotivos, Luciano e Pippo.

O enterro do artista, que tinha 96 anos, está marcado para a manhã desta terça-feira (18).

O caixão foi levado no começo da manhã de hoje de Roma até Florença, sua cidade natal. Os restos de Zeffirelli foram recebidos pelos dois filhos, pelo prefeito de Florença, Dario Nardella, e pela delegada do governo, Laura Lega.

Pippo colocou sobre o caixão um cachecol do clube de futebol Fiorentina, para o qual Zeffirelli torcia.

“As obras do mestre, sempre o chamei de mestre, viajarão o mundo como sempre: nos deixou um grande legado”, disse o filho Luciano.

Zeffirelli dirigiu filmes como “Chá com Mussolini” (1999), “Romeu e Julieta” (1968), “Callas Forever” (2002) e grandes óperas nos maiores teatros do mundo.

(Com informações da EFE)