BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Centenário de Fellini é tema de mostra no Rio

07 de janeiro de 2020 - Por Comunità Italiana
Centenário de Fellini é tema de mostra no Rio

Além dos 24 filmes do cineasta italiano, programação inclui raridades e curso gratuito

Filme menos conhecido do mestre italiano Federico Fellini (1920-1993), o documentário “Fellini: A director’s notebook” (1969) mostra o próprio diretor passeando por seus lugares preferidos em Roma, enquanto reflete sobre os caminhos do cinema e suas singulares técnicas. É esse mesmo clima de passeio por uma história cinematográfica que dá o tom da mostra “Fellini, Il maestro”, retrospectiva completa de sua obra que começa nesta quarta-feira (08) no CCBB do Rio de Janeiro — em seguida, ela vai para São Paulo e Brasília.

Cena do filme Amarcord, do cineasta italiano Federico Fellini Foto: reprodução

Em homenagem ao centenário de nascimento do cineasta, comemorado no próximo dia 20, a retrospectiva vai exibir todas as suas 24 produções: desde a estreia com “Mulheres e luzes” (1950), codirigido com Alberto Lattuada, até o longa derradeiro “A voz da lua” (1990). A mostra atravessa suas quatro décadas dedicadas ao cinema, celebrando clássicos como “Noites de Cabíria” (1957), “A doce vida” (1960), “8 e ½” (1963) e “Roma de Fellini” (1972). Veja abaixo todos os filmes da mostra:

  • “A Voz da Lua” (La voce della luna, 1990, 122 min)
  • “Entrevista” (Intervista, 1987, 108 min)
  • “Ginger e Fred” (idem, 1986, 125 min)
  • “E la Nave Va” (idem, 1983, 132 min)
  • “Cidade das Mulheres” (La città delle donne, 1980, 139 min)
  • “Ensaio de Orquestra” (Prova d’orchestra, 1978, 70 min)
  • “Casanova de Fellini” (Il Casanova di Federico Fellini, 1976, 155 min)
  • “Amarcord” (idem, 1973, 123 min)
  • “Roma de Fellini” (Roma, 1972, 120 min)
  • “I Clowns” (idem, 1970, 92 min)
  • “Satyricon de Fellini” (Fellini – Satyricon, 1969, 129 min)
  • “Fellini: A Director’s Notebook” (1969)
  • “Histórias Extraordinárias” (Histoires extraordinaires, 1965, 121 min) Direção: Federico Fellini, Roger Vadim e Louis Malle
  • “Julieta dos Espíritos” (Giulietta degli spiriti, 1965, 137 min)
  • “81⁄2” (idem, 1962, 138 min)
  • “Boccacio 70” (idem, 1962, 205 min) Direção: Federico Fellini, Vittorio De Sica, “Luchino Visconti e Mario Monicelli
  • “A Doce Vida” (La dolce vita , 1960, 174 min)
  • “Noites de Cabíria” (Le notti di Cabiria, 1957, 110 min)
  • “A Trapaça” (Il bidone, 1955, 113 min)
  • “A Estrada da Vida” (La strada, 1954, 108 min)
  • “Os Boas-Vidas” (I vitelloni, 1953, 107 min)
  • “Amores na Cidade” (L’amore in città , 1953, 115 min) Direção: Federico Fellini, Michelangelo Antonioni, Alberto Lattuada, Carlo Lizzani, Dino Risi, Francesco Maselli, Cesare Zavattini
  • “Abismo de Um Sonho” (Lo sceicco bianco, 1952, 86 min)
  • “Mulheres e Luzes” (Luci del varietà, 1950, 93 min) Direção: Federico Fellini e Alberto Lattuada

Início neorrealista e fim engajado

Além da possibilidade de ver esses filmes que marcaram a história do cinema, o público também poderá se deparar com facetas menos lembradas de sua filmografia, como o início neorrealista e a parte final, com críticas sociais contundentes.

— O Fellini exerce um fascínio grande até hoje. Além da experimentação através de sonhos, fantasia e memória, sobretudo a partir de “8 ½”, ele também foi um questionador do status quo — destaca o curador Paulo Ricardo Gonçalves de Almeida. — Ele bateu muito na televisão, em filmes como “Ginger e Fred” e “Entrevista”, e foi um crítico muito ferrenho do consumismo.

Da fase inicial há obras como “Mulheres e luzes” (1950), sobre o universo de artistas circenses, e “Trapaça”, história de um trio de trambiqueiros que vive de aplicar pequenos golpes na Itália da década de 1950.

Já de sua fase final e mais engajada, uma das joias é “Entrevista” (1987), outro falso documentário (assim como “Fellini: A director’s notebook”), em que o diretor recebe uma rede de TV japonesa para uma conversa sobre um suposto filme que estaria lançando.

— Ele também fez ressalvas ao próprio meio artístico, o que faz dele uma influência permanente. Fellini segue mais atual do que nunca — diz o curador.

O evento terá também um curso gratuito ministrado pelo pesquisador Hernani Heffner de 22 a 24/1 (as inscrições serão pelo email [email protected]) e um debate com Heffner e a professora India Mara Martins, no dia 30.

Serviço

Local: CCBB — Rua Primeiro de Março 66, Centro (3808-2020). 
Data: De 8 de janeiro a 3 de fevereiro.
Horários variados. 
Preço: R$ 10.
(Com dados do O Globo)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6074
            [name] => CCBB RJ
            [slug] => ccbb-rj
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6074
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 2
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 2434
            [name] => Federico Fellini
            [slug] => federico-fellini
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 2434
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 5
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Já instalada no Brasil, o Senado italiano apresentou duas propostas de CPI da covid para investigar a gestão do governo da crise sanitária. Você aprova a formação da CPI ainda no meio da pandemia?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 23h37
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.