Após encontrar uma escultura de mármore do rosto do deus grego Dionísio, arqueólogos italianos localizaram nesta sexta-feira (19) um novo busto que pode ter cerca de dois mil anos, durante escavações perto do Foro Romano, em Roma.

A escultura, cuja procedência ainda está sendo analisada, foi localizada na via Alessandrina, aos pés do Campidoglio. O anúncio foi feito pelo vice-prefeito de Roma, Luca Bergamo, que postou uma primeira foto da descoberta em suas redes sociais.

“As escavações na Via Alessandrina continuam a dar surpresas. Um busto foi descoberto graças ao cuidadoso trabalho da Superintendência Capitolina de Bens Culturais. Saberemos mais depois da análise”, escreveu.

A descoberta também foi celebrada pela prefeita de Roma, Virgínia Raggi.

“As maravilhas da Roma antiga: as escavações na Via Alessandrina continuam a dar surpresas. Tendo descoberto um busto graças ao cuidadoso trabalho da Superintendência Capitolina. Roma nunca deixa de surpreender”, publicou no Instagram.

A via Alessandrina era uma rua que ligava o Mercati di Traiano à Basílica de Massenzio, na área baixa de Rione Monti, da qual a área circundante chamava Quartiere Alessandrino. No final das últimas escavações na área do Fórum de Trajano e do Fórum de Nerva, uma via Alessandrina foi reaberta em 2013.