BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Bolsas têm recuperação após início de semana negativo

Bolsas têm recuperação após início de semana negativo

27 de setembro de 2022 - Por Comunità Italiana
Bolsas têm recuperação após início de semana negativo

Falas de membros do Fed também devem agitar os mercados

Após cinco dias seguidos de perdas, os índices futuros em Nova York amanhecem nesta terça-feira (27) em alta, mesmo com investidores se preparando para um risco ampliado de recessão global. Wall Street está cada vez mais preocupada com o fato de que a luta inflacionária do Fed levará a economia a uma recessão.

Na agenda dos EUA, os investidores receberão vários dados econômicos, incluindo a confiança do consumidor em setembro, os pedidos de bens duráveis ​​em agosto e os preços das residências em julho. Além disso, falas de membros do Fed devem agitar os mercados ao longo do dia.

Os mercados asiáticos também apresentaram recuperação e fecharam no terreno positivo, com destaque para o desempenho da China, impulsionada pelas ações de consumo e saúde.

Na Europa, as principais bolsas operam mistas depois de um início de semana tumultuado. A atenção continua nos mercados de títulos da libra e do Reino Unido após uma venda histórica após anúncios de política fiscal do Ministro das Finanças britânico Kwasi Kwarteng na sexta-feira. Tanto o Tesouro do Reino Unido quanto o Banco da Inglaterra tentaram amenizar as preocupações na segunda-feira.

Por aqui, será divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que encerrou o ciclo de aperto monetário, com a taxa Selic em 13,75%. Investidores também esperam pela prévia do índice de preços ao consumidor amplo (IPCA-15).

Do lado político, a cinco dias das eleições, o ex-presidente Lula (PT) mantém a dianteira com 48% das intenções de voto ante 31% do presidente Bolsonaro (PL) na disputa para o Palácio do Planalto, segundo pesquisa do Ipec divulgada na segunda.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam em alta nesta manhã de terça-feira (27), depois que o mercado começou a semana dando continuidade ao declínio dramático de setembro. Investidores seguem preocupados que Fed agressivo e taxas de juros crescentes possam levar o país a uma recessão.

A inflação nos EUA está inaceitavelmente alta e as incertezas tornam as decisões de política monetária não triviais, disse ontem a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, em comentários preparados no Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Já a presidente da distrital de Boston do Fed, Susan Collins, estimou que a inflação nos Estados Unidos está próxima ou até já atingiu o seu pico.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,85%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +1,08%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +1,25%

Ásia

As ações da China fecharam em forte alta com ajuda das ações do setor de consumo, educação e saúde. As principais bolsas da Ásia-Pacífico acompanharam o movimento de recuperação.

O Banco Mundial reduziu sua previsão de crescimento anual de 2022 para a região do Leste Asiático e Pacífico para 3,2% em relação à previsão de abril de 5%, informou em seu último relatório divulgado na terça-feira.

“A desaceleração do crescimento se deve principalmente à China”, disse, acrescentando que a organização também reduziu suas previsões para 2022 para o país de 5% para 2,8%. O Banco Mundial espera que a China cresça 4,5% em 2023.

  • Shanghai SE (China), +1,40%
  • Nikkei (Japão), +0,53%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,03%
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,13%

Europa

Os mercados europeus operam mistos na sessão de hoje, com as ações tentando subir após negociações tumultuadas no início da semana. As atenções continuam voltadas para o Reino Unido após anúncios de política fiscal do Ministro das Finanças britânico Kwasi Kwarteng na sexta-feira.

Investidores permanecem cautelosos com o risco de que a libra possa ceder ainda mais em relação ao dólar, depois que o Banco da Inglaterra indicou que pode não agir antes de novembro para conter a recente desvalorização.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reafirmou nesta segunda-feira (26) que, dada a situação atual, a autoridade monetária espera aumentar ainda mais as taxas de juros nas próximas reuniões de seu comitê.

Isso deve acontecer para “amortecer a demanda” e “se proteger contra o risco de uma mudança persistente para cima nas expectativas de inflação”.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,59%
  • DAX (Alemanha), +0,03%
  • CAC 40 (França), +0,22%
  • FTSE MIB (Itália), -0,20%

Commodities

As cotações do petróleo sobem após queda da véspera, com sinalizações de que a aliança de produtores de petróleo (Opep+) procurou evitar um colapso nos preços, juntamente com um leve abrandamento do dólar, moderando uma liquidação anterior.

  • Petróleo WTI, +1,63%, a US$ 77,96 o barril
  • Petróleo Brent, +1,68%, a US$ 85,47 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 1,13%, a 718,50 iuanes, o equivalente a US$ 100,23

Bitcoin

  • Bitcoin, +4,85% a US$ 20.133,00 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A agenda doméstica destaca a divulgação da ata da última reunião do Copom. “Na ata, o BC deve manter uma comunicação dura, enfatizando que os juros devem seguir elevados por um período longo”, preveem os analistas do Bradesco.

Nesta terça-feira também sai a prévia do índice de preços ao consumidor amplo (IPCA-15). O Itaú prevê deflação de 0,19%, levando a taxa anual a 8,2%.

Nos EUA, investidores aguardam pelo índice de confiança do consumidor e números de venda de imóveis. Além disso, vários membros do Fed farão discursos ao longo do dia.

Brasil

8h: INCC-M

8h: Ata do Copom

9h: IPCA-15 de setembro, consenso Refinitiv aponta para baixa mensal de 0,20% e alta de 8,13% na base anual

10h: Pesquisas eleitorais da Atlas/Arko

10h: Roberto Campos Neto, presidente do BC, tem tem reunião com Robert Citrone, CEO da Discovery Capital Management (fechado à imprensa)

10h30: Arrecadação de agosto

12h30: Campos Neto almoça com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, no Ministério da Economia (fechado à imprensa)

14h: Leilão de saneamento do Ceará

15h: Guedes se reúne com ministro das Relações Exteriores, Carlos França

16h30: Campos Neto tem reunião com representantes da Mastercard (fechado à imprensa)

EUA

7h15: Discurso do presidente do Fed de Chicago, Charles Evans

8h30: Jerome Powell, presidente do Fed, participa de evento sobre moedas digitais

9h30: Bens duráveis

11h: Sondagem industrial do Fed Richimond

11h: Confiança do consumidor de setembro

11h: Vendas de casas novas de agosto

11h: Discurso do presidente do Fed de St. Louis, James Bullard

17h30: Estoques de petróleo – API

21h35: Discurso da presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly

Europa

8h30: Discurso de Christine Lagarde, presidente do BCE

Japão

20h50: Ata do BoJ

3. Noticiário econômico

Gastos de turistas estrangeiros no país crescem 84% de janeiro a julho

Os gastos de turistas estrangeiros no país somaram mais de US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 14,5 bilhões no câmbio de hoje) de janeiro a julho deste ano, valor 84% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 1,5 bilhão). As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Ministério do Turismo, com base em dados do Banco Central.

Somente em julho deste ano, foram US$ 389 milhões, 74% a mais do que em julho de 2021 (US$ 223 milhões). De acordo com o Ministério do Turismo, os dados apontam para a forte retomada do setor, que sofreu bastante com a pandemia de covid-19, a partir do segundo bimestre de 2020.

Guedes diz que Selic é ‘freio de mão puxado’ e PIB só cresce 2,70%, 3%

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira, 26, que a taxa Selic este ano é “freio de mão puxado” que limitará o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do País. A previsão dele é que o Brasil cresça até 3% em 2022.

“Nós preferimos crescer um pouquinho mais moderado, mas com equilíbrio fiscal. Nós estamos com freio de mão puxado (Selic) e vamos crescer só 2,70%, 3%. Imagina no ano que vem: inflação já caiu, os juros começando a descer, com 900 bilhões de investimentos contratados, novos investimentos contratados em energia eólica”, disse

4. Noticiário político

Ipec: Lula vai a 48% e Bolsonaro fica estável em 31%

A menos de uma semana das eleições, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a disputa pelo Palácio do Planalto com vantagem de 16 pontos percentuais sobre seus adversários. É o que mostra pesquisa Ipec, encomendada pela TV Globo, divulgada nesta segunda-feira (26).

O levantamento, realizado entre os dias 25 e 26 de setembro, mostra que Lula chegou a 48% das intenções de voto. O movimento representa uma oscilação positiva de 1 p.p. em relação ao último levantamento, divulgado na semana passada, e um salto de 4 p.p. em comparação com três semanas atrás, consolidando tendência de leve crescimento do petista.

Já o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, tem 31% das intenções de voto − patamar que tem mantido nas últimas três pesquisas, em uma indicação de estagnação. Com isso, a diferença entre os dois candidatos, que era de 13 pontos no começo do mês, agora chega a 17 pontos.

Piso de Enfermagem

O Congresso vai discutir uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para aumentar em até 1,5% o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de transferência federal às prefeituras, e bancar o piso da enfermagem de forma permanente.

Duas propostas foram apresentadas a pedido da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). No Senado, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) protocolou uma PEC aumentando o FPM em 1% até 2024. Na Câmara, o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) preparou uma proposta semelhante para aumentar a receita em 1,5% imediatamente, cobrindo toda a demanda das prefeituras.

Bolsonaro diz que não houve atraso na vacinação contra covid-19

O candidato à reeleição à Presidência Jair Bolsonaro afirmou que não houve atraso no início da vacinação contra a covid-19 e que o Brasil foi um dos países que mais vacinou no mundo. Ele participou, na noite desta segunda-feira (26) de sabatina na TV Record, quando foi questionado sobre as críticas de que o governo brasileiro teria atrasado a vacinação.

“Eles queriam que eu comprasse vacina em 2020. Me aponte um país que tenha vendido uma dose de vacina em 2020. A primeira vacina no mundo foi aplicada em dezembro de 2020. No Brasil, nós começamos a aplicar em janeiro de 2021. Eu comprei 500 milhões de doses, de modo que todo brasileiro que quis tomar, de forma voluntária, tomou”, disse Bolsonaro.

Covid

O Brasil registrou neste segunda-feira (26) 21 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 685.881 desde o início da pandemia.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 57. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -3%, indicando tendência de estabilidade pelo quinto dia.

No total, o país registrou 6.809 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 34.681.231 casos conhecidos desde o início da pandemia.

5. Radar Corporativo

Movida (MOVI3)

A Movida (MOVI3) aprovou a distribuição de R$ 55 milhões em juros sobre capital próprio (JCP), o equivalente a R$ 0,1520 por ação.

O pagamento será efetuado no dia 6 de janeiro de 2023, com base na posição acionária de 30 de setembro de 2022.

Banco ABC (ABCB4)

O Conselho de Administração do Banco ABC aprovou a distribuição de juros sobre o capital próprio referente ao 3º trimestre
de 2022 no valor bruto total de R$ 79,9 milhões, que representa um valor bruto de R$ 0,3620 por cada ação ordinária e cada ação preferencial.

O crédito dos juros sobre o capital próprio ocorrerá em 13 de outubro de 2022 e considerará a posição acionária do dia 30 de setembro de 2022.

A instituição financeira também aprovou novo programa de recompra de ações de emissão da companhia.

Fleury (FLRY3)

A Fleury (FLRY3) celebrou nesta segunda-feira (26) contrato para aquisição de 100% das quotas de emissão das unidades da cidade de São Paulo da Retina Clinic por meio de sua subsidiária integral Fleury Centro de Procedimentos Médicos Avançados.

A companhia pagará o valor de R$ 21,0 milhões pela aquisição da Sociedade.

Hermes Pardini (PARD3)

A rede laboratórios Hermes Pardini celebrou contrato para a aquisição de 99% do capital social do CSV Central Sorológica
de Vitoria (CSV), com sede na Cidade de Vitória, Estado de Espírito Santos, pelo valor de R$ 17,8 milhões (Enterprise Value). (InfoMoney com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 1781
            [name] => Bolsa de valores
            [slug] => bolsa-de-valores
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 1781
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 440
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 7936
            [name] => Bolsas Mundiais
            [slug] => bolsas-mundiais
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 7936
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 433
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 9517
            [name] => Mercado Financeiro
            [slug] => mercado-financeiro
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 9517
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 278
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Após o resultado das eleições brasileiras e italianas, você acredita que os laços entre as duas nações se fortalecerão?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 06h52
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.