BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Bienal de Arte de Veneza de 2022 terá como tema central ‘Il latte dei sogni’

02 de fevereiro de 2022 - Por Comunità Italiana
Bienal de Arte de Veneza de 2022 terá como tema central ‘Il latte dei sogni’

A 59ª Exposição Internacional de Arte de Veneza, que será realizada entre 23 de abril e 27 de novembro na cidade italiana, terá como tema “Il latte dei sogni” (“O leite dos sonhos”, em tradução livre) e detalhes do evento foram apresentados em coletiva nesta quarta-feira (2). A mostra terá a curadoria de Cecilia Alemani e será organizada pela Biennale di Venezia, sob o comando do presidente Roberto Cicutto. O patrocinador oficial do evento será a illycaffè.

O evento contará com 1.433 obras de 213 artistas de 58 países diferentes – sendo 26 deles italianos. O principal mote será questionar as transformações humanas, à luz também das últimas grandes crises, como a pandemia de covid-19, as relações com pessoas diferentes, com a natureza e com as tecnologias.

Em particular, haverá a representação dos corpos e as suas metamorfoses, as relações entre indivíduos e a tecnologia e as ligações que unem os corpos à Terra.

Segundo Alemani, a ideia do tema da mostra veio após muitas conversas com artistas sobre os tempos que a humanidade está vivendo.

“A mostra ‘Il latte dei sogni’ foi baseada no título do livro de Leonara Carrington, no qual a artista surrealista descreve um mundo mágico no qual a vida é constantemente reinventada pelo prisma da imaginação e no qual é permitido mudar, transformar-se e virar outro de si”, explicou.

Alemani ressalta que a mostra “não é sobre a pandemia, mas registra inevitavelmente as convulsões dos nossos tempos”.

“Nesses momentos, como ensina a história da Bienal de Veneza, a arte e os artistas que ajudam a imaginar novas formas de coexistência e novas infinitas possibilidades de transformação”, acrescentou.

Para Cicutto, a “mostra de Cecilia imagina novas harmonias, convivências até agora impensáveis e soluções surpreendentes porque toma distância do antropocentrismo”.

“É uma viagem que no fim não há perdedores, mas são configuradas novas alianças geradas pelo diálogo entre diversos seres (alguns talvez produzidos por máquinas) com todos os elementos naturais que o nosso planeta (e talvez outros) nos apresenta”, acrescentou. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 10545
            [name] => 59ª Exposição Internacional de Arte de Veneza
            [slug] => 59a-exposicao-internacional-de-arte-de-veneza
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 10545
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 2234
            [name] => Bienal de Arte de Veneza
            [slug] => bienal-de-arte-de-veneza
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 2234
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 9
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Você acha que a direita da Itália sairá vitoriosa nas eleições parlamentares de 25 de setembro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 11h42
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.