Polenta gigante, Pisa da Uva e 40 barracas de comidas e bebidas típicas esperam pelo público do evento, que será realizado no próximo domingo (15) das 10h às 20h em Belo Horizonte

No domingo, a Avenida Getúlio Vargas se transformará num pedacinho da Itália. A 13ª Festa Tradicional Italiana de Belo Horizonte vai reunir imigrantes, descendentes e apaixonados pela rica cultura do Balpaese.

“Montaremos uma cidade em menos de 12 horas”, afirma Giorgio Collina, vice-presidente da Associação Cultural Ítalo-Brasileira (Acibra-MG) e um dos organizadores do evento. A cada edição, a festa adota um tema. Leonardo Da Vinci (1452-1519) será o homenageado desta vez. Em 2019, o mundo inteiro vem lembrando os 500 anos da morte desse genial inventor, cientista, escultor e arquiteto, autor dos quadros Mona Lisa e A última ceia.

Arte e gastronomia são sinônimos de Itália. E a festa mineira, claro, honrará a tradição da boa mesa, montando cerca de 40 barracas onde serão vendidas comidas típicas do país. O preparo ficará por conta de restaurantes italianos de BH, associações e pequenos empreendedores. O público encontrará pizzas, massas, tortas, pães, doces, queijos, salames, azeites, cervejas e vinhos. Organizadores recomendam o preço máximo de R$ 35.

Como nas boas festas italianas, a música não pode faltar. Ela ficará por conta dos cantores Charlotte de Melo e Luciano Bruno, do Coral da Unimed e do grupo de violinistas Jovem Geral. Como a comemoração também é brasileira, vão bater ponto os mineiros do Magnatas do Samba. A tarantela também está garantida, com coreografias do Grupo de Dança Folclórica Stella Bianca.

Novidade

Este ano, uma novidade espera pelos participantes: o Pisa da Uva. A tradição remete à antiga forma de produzir vinho. Uma imensa tina de madeira receberá 200kg da fruta, que serão pisoteados por bailarinos enquanto dançam e cantam. Quem quiser “meter o pé na uva” pode participar.

Outra curiosidade tipicamente italiana é o Tombo da Polenta. No início da festa, um grupo de cozinheiros começará a preparar a iguaria em uma gigantesca panela. Ela ficará cozinhando por várias horas. No final, será “tombada” sobre uma grande vasilha. Depois de esfriar, será distribuída gratuitamente.

Giorgio Collina diz que a ideia é “dar uma repaginada” na festa, trazendo atrações inéditas a BH, como o Tombo da Polenta e o Pisa da Uva. A entrada é franca, mas ele solicita a doação de 1kg de alimento não perecível. As arrecadações serão enviadas a instituições de caridade.

“Além de incentivar pequenos negócios, a festa proporciona diversão às pessoas”, afirma Collina. “Queremos que o mineiro conheça um pouco mais sobre a cultura italiana e experimente a nossa boa comida.”

Outra surpresa será o sorteio de uma passagem aérea, Belo Horizonte – Veneza, para quem participar da comemoração.

Programação do Palco Principal:

* Coral da Unimed

* Grupo de Dança Folclórica Stella Bianca

* Momento oficial

* Grupo de violinos – Jovem Gerais

* Cantora Italiana – Charlotte de Melo

* Cantor Italiano – Luciano Bruno

* Bateria de Escola de Samba

Paralelamente à programação do palco principal, acontecerá:

* Pisa da Uva

* Tombo da Polenta

13ª FESTA TRADICIONAL ITALIANA DE BELO HORIZONTE

Data: Domingo (15)
Horário: 10h às 20h
Local: Av. Getúlio Vargas, entre Av. Afonso Pena e Av. do Contorno, Savassi. 
Telefone para contato: (31) 3273-7402
Entrada: 1kg de alimento não perecível

(com informações do mineiro uai notícias)