Após o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, apresentar sua renúncia ao cargo, a Bolsa de Milão fechou em queda nesta terça-feira (20). O índice Ftse Mib caiu 1,11%, a 20.485 pontos.

Já o spread entre o Btp (títulos do Estado italiano) e o Bund (títulos públicos alemães) registrou queda, atingindo 206 pontos. A taxa está em 1,36%.   

Durante o discurso de Conte ao Senado, o diferencial subiu para a máxima de 217 pontos, antes de cair para um mínimo de 200,9 pontos.

As bolsas europeias também registraram queda em meio à crise deflagrada no governo italiano e as atenções aos eventos em Hong Kong, onde os ativistas se recusam a iniciar um diálogo com as autoridades.

O índice Stoxx 600 concluiu a sessão abaixo de 0,68%. As bolsas de Madri (-1,25%), Londres (-0,90%), Frankfurt (-0,55%) e Paris (-0,50%) ficaram em vermelho.