Aeroporto de Linate tem o objetivo de se tornar o mais moderno da Itália até 2021

Após três meses de obras, reabriu no sábado (26) o aeroporto de Linate, que fica em Peschiera Borromeo e serve a cidade de Milão, no norte da Itália. O projeto custou 60 milhões de euros, sendo que 21 milhões de euros foram destinados apenas para a nova pista de pouso e decolagem, que mede 2.400 metros.

A previsão é de que, até 2021, o aeroporto de Linate seja líder em tecnologia na Itália e um dos mais modernos da Europa.

Algumas das novidades a serem adotadas incluem novos sistemas de segurança que evitarão que os passageiros tenham que separar notebooks e tablets nas esteiras de raio-x, além de controles de reconhecimento facial nas áreas de self boarding.

O primeiro voo a aterrissar no novo Linate está previsto para às 18h locais (12h de Brasília). Trata-se do voo AZ2092, da Alitalia, que partiu de Roma.

Pela noite, o aeroporto recebeu outros 19 voos e, na manhã deste domingo (27), começou a operar com decolagens. (Ansa)