Em busca de evitar danos causados pelo início do mês de maio mais frio desde 1987, agricultores de Bolzano acenderam centenas de velas nos vinhedos da região na noite da última segunda-feira (06)

Com temperaturas negativas em diversas partes, a utilização de recipientes de cera entre as fileiras de videiras já é um método tradicional entre os agricultores da província mais setentrional da Itália para tentar manter os termômetros no positivo.

As geadas ameaçam a saúde das plantações de videiras, o que pode levar a uma perda de toda a plantação.

Apesar da utilização das velas já ser tradicional, alguns cidadãos, assustados com a fumaça, procuraram a Agência Provincial para o Meio Ambiente, que, por sua vez, afirmou que a queima da parafina não incide na poluição atmosférica.

O sistema de velas também é usado por agricultores de Bolzano em pomares de maçã e plantações de damasco.