Na área central da Itália, a região de Abruzzo declarou, nesta última sexta-feira (1), estado de emergência por causa da grande quantidade de incêndios.

Liderada pelo governador Luciano D’Alfonso, a Junta Regional aprovou uma medida para formalizar ao governo os “excepcionais incêndios florestais que atingiram grande parte do território”, em particular, em Monte Morrone.

Área em chamas

Já são mais de 200 focos de média e grandes proporções em diversas localidades de Marsica, de Valle Peligna e de Area Vestina, além do Parque Nacional de Majella e do Parque Nacional do Gran-Sasso. Em tamanho, já são 5 mil hectares de terrenos pegando fogo, dos quais 60% reresentam áreas florestais nas quais muitos animais já morreram.

“Trata-se de uma calamidade excepcional que está colocando Abruzzo de joelhos”, disse D’Alfonso após a reunião. (ANSA)