Contratação de CR7 pela Juventus quebrou jejum de 21 anos

(ANSA) – Com a contratação de Cristiano Ronaldo, a Juventus quebrou nesta terça-feira (10) uma marca que durava 21 anos. Pela primeira vez desde 1997, um clube italiano compra um jogador em posse do último título de melhor do mundo.

O último caso havia sido o do brasileiro Ronaldo “Fenômeno”, vencedor do prêmio em 1996 e que deixou o Barcelona em 1997 para ser o novo reforço da Inter de Milão, que desembolsou na época US$ 32 milhões.

Na Internazionale, Ronaldo usou a camisa 10 e não decepcionou, encerrando a segunda metade de 1997 com 14 gols em 19 jogos.

Além disso, foi eleito pelo segundo ano consecutivo como o melhor jogador do mundo.

Na época sem conquistar uma Série A havia nove anos, a Inter ficou com o vice-campeonato, atrás da Juventus e perdendo o título por causa de um suposto pênalti não marcado em cima do próprio Ronaldo, vice-artilheiro do torneio.

Cristiano Ronaldo, por sua vez, chega à Juventus em uma situação diferente. O clube é o atual heptacampeão da Série A e tem como grande objetivo conquistar a Liga dos Campeões. Os “bianconeri” não vencem a competição desde a temporada 1995/96.