O comissário europeu de Agricultura, o irlandês Phil Hogan, disse nesta segunda-feira (4) em Tallinn, capital da Estônia, que espera que a União Europeia (UE) e os países do Mercosul apresentem suas ofertas revisadas de troca de bens em outubro, com o objetivo de fechar um acordo antes do final do ano. A informação é da EFE.

“Se quisermos ter um acordo no final deste ano, precisamos fazer esse intercâmbio em outubro”, afirmou o comissário a um grupo reduzido de jornalistas durante o Conselho informal de ministros da UE que acontece hoje e amanhã em Tallinn.

Hogan considerou que na próxima rodada de negociações com os países do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), marca para os dias 2 a 6 de outubro, em Brasília, ambas as partes têm que “avançar em áreas sensíveis para conseguir um acordo”.

Neste sentido, ele destacou a importância da reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) que acontecerá em dezembro em Buenos Aires, na qual se espera que seja firmado o pacto comercial.

Especialistas da UE e do Mercosul iniciaram hoje em Bruxelas uma semana de contatos técnicos e algumas conversas “de transição” para próxima rodada de negociações”, informou o comissário.
Ele disse em julho que a UE já tinha conseguido “moderar as expectativas” do Mercosul a respeito de produtos “sensíveis”, como a carne e o etanol.

Após vários anos estagnadas, as negociações de um acordo de associação UE e Mercosul, que inclui um tratado de livre comércio, foram retomadas em 2010. Após um longo processo, ambas as partes ressaltaram sua vontade de que as negociações terminem antes do final desse ano. (Agência Brasil)