A nova  regra quer diminuir a disputa com hotéis da região

O Conselho Regional da Lombardia aprovou uma lei que determina que casas e imóveis locados para férias tenham um código de identificação.

O Código de Identificação de Referimento (CIR) visa a controlar os anúncios feitos pela internet, que competem diretamente com os anúncios de hotéis pela região.

“Haverá mais garantia para os turistas, que terão um produto compatível com o padrão indicado pela lei da região e, no geral, os cidadãos se sentirão mais seguros, porque a atividade extra hoteleira será mais transparente e verificável”, disse Gianluca Bianchi, presidente da Federação das Associações Italianas de Hotéis e Turismo.

O site de hospedagens “Airbnb” é um dos principais anunciantes de imóveis para locação. Agora, o serviço sofrerá com um procedimento mais lento para a locação, em respeito à nova lei.

“Os honestos deverão enfrentar uma maior burocracia – enquanto os espertos continuarão fazendo aluguel sem reportar código algum-, as instituições enfrentarão maiores custos para estabelecer um instrumento que não será útil e deverão se defender em tribunais de uma norma que vai claramente contra a União Europeia”, disseram representantes do “Airbnb” à imprensa local.

O CIR deverá ser adotado pelos proprietários da casa ou apartamento, assim como por agentes de intermediação imobiliária, gestores de portais de informação e operadores que promovam, comercializem e anunciem imóveis privados. (ANSA)