O torcedor da Roma, naturalmente, tem motivos para lamentar a saída do goleiro brasileiro Alisson para o Liverpool. Mas na última sexta-feira (20), um dia após a confirmação da transferência, o grande ídolo romanista Francesco Totti, hoje diretor do clube italiano, se mostrou conformado com a saída do arqueiro da seleção brasileira

Para o ex-capitão da Roma, a oferta do Liverpool – 62,5 milhões de euros, podendo chegar a 75 milhões com bonificações posteriores – era irrecusável. A contratação do goleiro de 25 anos é a mais cara da história do futebol na posição.

– Estamos formando um time jovem, um time para o futuro. Vamos tentar reforçá-lo o mais rápido possível, para sermos competitivos em alto nível – afirmou Totti em entrevista ao canal Sky Sports.

Outra preocupação da torcida romanista, a chegada de Cristiano Ronaldo à Juventus, foi vista com bons olhos por Totti. Para ele, a contratação do melhor jogador do mundo, ainda que para reforçar um rival, é importante para o futebol do país.

– Estou feliz porque traz muito para o futebol italiano. Ele é incrível, é o melhor, ao lado de Messi. Espero que o Campeonato Italiano possa voltar a ser como nos últimos anos. Eu entendo que os torcedores das outras equipes se desanimaram, é normal – disse o ex-craque da Roma, prometendo compensar a torcida com reforços.

– Todos esperam grandes nomes, certamente faremos o melhor possível.

(GE)