Amistoso proporcionou o encontro de dois times que passaram por tragédias de acidentes aéreos

 

Em maio de 1949, o avião que levava os jogadores do Torino se chocou contra a colina da Basília de Superga, em Turim, na Itália, tirando a vida de 31 pessoas. Em novembro de 2016, um acidente aéreo com a delegação da Chapecoense em Medellín, na Colômbia, resultou na morte de 71 pessoas. Nesta quarta-feira (01), os dois clubes se encontraram no estádio Olímpico Grande Torino, em Turim, para a disputa do simbólico título da SportPesa Cup.

A partida, que terminou com vitória do Torino, por 2 a 0, com gols de Meité e De Silvestri, serviu para manter viva a memória daqueles que se foram. Dentro de campo, o jogo valeu para dar ritmo aos atletas reservas da Chapecoense, uma vez que a equipe titular entrou em campo ontem à noite pela Copa do Brasil, contra o Corinthians.

Homenagens e emoção

Antes de o jogo começar, os jogadores assistiram a um vídeo com imagens do elenco de 2016 da Chapecoense, que sofreu o acidente na Colômbia. O clima de emoção tomou conta do estádio, que viu Jackson Follmann, um dos sobreviventes, dar o pontapé inicial do amistoso.

 

Relembre outro amistoso e ação do Torino

  • No ano passado, dia 01 de setembro, a Chape estava em Roma para entrar em campo, veja aqui
  • o clube Torino fez uma ação e no dia 02 de dezembro de 2017, jogou com uma camisa verde (veja clicando aqui). Em comunicado, o clube disse que o ato era uma forma de se “manter concretamente perto” da Chape. Além disso, 1500 peças dessa edição especial foram comercializadas e parte do valor das vendas revertido às famílias das vítimas do desastre de 2016.