Dois torcedores da Roma foram indiciados nesta quinta-feira (26) pela Justiça britânica depois da confusão entre os ultras do clube italiano e do Liverpool

Os dois homens indiciados pelas autoridades de Merseyside foram Filippo Lombardi, de 20 anos, e Daniele Sciusco, 29. Na ocasião, do lado de fora do Anfield Road, a briga de torcidas deixou um homem gravemente ferido.

Torcedores da Roma agridem fãs do Liverpool em frente a Anfield, antes de jogo da Liga dos Campeões

Lombardi foi acusado pelas autoridades por ter participação nas agressões contra Sean Cox, de 53 anos, que está hospitalizado em coma e com graves danos cerebrais. Já Sciusco, foi acusado de “desordem violenta”. Segundo as fontes legais, ambos devem se apresentar perante ao Tribunal britânico dentro de 28 dias. Os dois torcedores da Roma foram transferidos para a prisão de Liverpool, onde ficarão até o dia do julgamento.

Torcedor fanático do Liverpool , Cox é irlandês e estava na Inglaterra para assistir a partida entre o clube de seu coração e a Roma pelo jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões . Pai de três filhos, o homem de 53 anos estava com a família na hora do incidente.

De acordo com o delegado Paul Speight, algumas testemunhas confirmaram que Cox foi atingido em cheio na cabeça por um cinto. Alguns torcedores foram flagrados na pancadaria usando martelos e garrafas de vidro. Em comunicado, Roma e Liverpool condenaram a briga entre seus torcedores, que aconteceu nos arredores do inglês. A Uefa também anunciou que está “chocada” e ressaltou que tomará “medidas muito rigorosas”.

Palavras do Liverpool e da Roma sobre a confusão

“O Liverpool está chocado e abalado depois que um torcedor foi deixado em condição crítica sendo atacado antes do jogo da Liga dos Campeões contra a Roma. Nossos pensamentos, em primeiro lugar, estão com a vítima e sua família nesse momento tão traumático. Vamos oferecer a eles total apoio”, afirmou o clube inglês .

Em um comunicado, a  Roma  também lamentou o ocorrido, afirmando que a confusão “envergonhou” o clube italiano. Já a Uefa disse que está profundamente “chocada” com a briga entre os torcedores da Roma e do Liverpool, e ressaltou que tomará “medidas muito rigorosas”. (IG Esportes)