Após o sismo, todas as escolas da região foram fechadas

(ANSA)

Um terremoto de magnitude 3,8 na escala Richter foi sentido nesta segunda-feira (21) em Ancona, na região central de Marcas, e gerou pânico entre os italianos. Até o momento, não há informações sobre danos ou vítimas.
De acordo com o Instituto de Geofísica e Vulcanologia (INGV), o sismo ocorreu por volta das 10h49 (horário local) e teve seu epicentro registrado a 2 quilômetros a oeste de Muccia, na província de Macerata, a uma profundidade de 9 km.

O tremor de terra também foi sentido em diversas cidades da região, como Camerano, Castelbellino, Castelfidardo, Castelplanio, Chiaravalle, Fabriano, Falconara Marittima, Jesi, Monte Roberto, Monterado, Osimo, Rosora, Senigallia, Comunanza, Montegiorgio, entre outras. “Aqui a terra treme sempre, mas um tremor mais forte como hoje é devastador no aspecto psicológico”, disse o prefeito de Muccia, Mario Baroni. Poucas horas depois, sete outras réplicas foram detectadas na área de Macerata, todas com magnitude entre 1,1 e 2,1. Após os terremotos, as autoridades locais ordenaram a suspensão temporárias das aulas em todas as escolas da região.