Nas novas fronteiras do teatro contemporâneo italiano, a arquitetura não se resume ao papel de cenário. Roma ganhará espetáculo unindo tradição e tecnologia assinado por Marco Balich Luzes, música, arquitetura e ação. Para o grupo teatral Krypton, a arquitetura não é o cenário e sim atriz protagonista. Ela fala,

Este conteúdo é restrito a membros assinantes do site. Se você é um usuário cadastrado, por favor faça login.

Quer fazer sua assinatura Comunità Italiana e ter acesso a todo conteúdo do site?

Então clique aqui e faça seu registro.

Login de Usuários