Craque português encerra sua passagem pelo futebol espanhol após nove anos. O maior artilheiro da história merengue deixa o clube após trajetória vitoriosa e marcada por quebras de recordes

(GE) – O ciclo vitorioso de Cristiano Ronaldo no Real Madrid chegou ao fim. O craque português foi anunciado pela Juventus como reforço da equipe italiana. Depois de vários dias de especulações na imprensa, o martelo foi batido e o artilheiro agora é jogador da Velha Senhora.

Cristiano Ronaldo chegou ao Real Madrid, em 2009, com status de craque, vencedor da Liga dos Campões com o Manchester United e com o título de Melhor do Mundo. Apesar disso, ainda não tinha o espaço e a liderança das últimas temporadas.

Cerca de 85 mil pessoas recepcionaram o então jogador de 24 anos na segunda-feira, 6 de julho de 2009, no Estádio Santiago Bernabéu. Os merengues pagaram 94 milhões de euros (R$ 431,6 milhões na cotação atual) e viram o investimento se transformar em títulos, quebra de recordes e glórias para o clube.

Foi um casamento de exatos nove anos, desde a apresentação em Madri ao anúncio da Juventus. Durante os 3.291 dias em que Cristiano Ronaldo defendeu a camisa do Real Madrid, o craque ajudou o clube a reconquistar a Europa, com quatro títulos de Liga dos Campeões. Ainda se tornou o maior artilheiro da história do clube, com 450 gols em 438 jogos: média de 1,02 gols por partida.

Por ironia do destino, a próxima casa de Cristiano Ronaldo é justamente uma das maiores vítimas do atacante. O artilheiro marcou gols em todas as sete vezes que jogou contra os Bianconeros. Ao todo foram dez gols, incluindo a bicicleta no jogo de ida das quarta de final da última Champions League.
Pelo Real Madrid, o craque português protagonizou uma disputa saudável com o argentino Lionel Messi, em busca de uma hegemonia no futebol espanhol. Enquanto o jogador do Barcelona conquistou mais títulos nacionais, CR7 teve maior brilho nas competições internacionais. Desde 2008, a dupla se alterna no posto de Melhor Jogador do Mundo. Com cinco títlulos, Cristiano Ronaldo é favorito a vencer o prêmio novamente este ano.
A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid começou a ser especulada após a conquista da última Liga dos Campeões, diante do Liverpool. O artilheiro deu entrevista em tom de despedida ao canal “BeIn Sports”e uma série de especulações começou a surgir.
O ídolo e presidente Florentino Pérez começaram a falar línguas diferentes desde então. O mandatário do Real vem prometendo uma reformulação do elenco merengue há algum tempo. Em junho deste ano, os espanhóis abaixaram a multa rescisória de CR7 (de 1 bilhão de euros, aproximadamente 4,43 bilhões de reais, para 120 milhões de euros, aproximadamente 533 milhões de reais). A intenção era facilitar a venda do jogador, até que veio à tona o desejo da Juventus, após a saída de Portugal da Copa do Mundo.