Neste domingo (19), três suspeitos foram expulsos da Itália

Foram expulsos neste domingo (19), três suspeitos de manter contato com extremistas do grupo jihadista Estado Islâmico na Síria.

Os suspeitos são dois marroquinos e um tunisiano de 31 anos que já possui diversas acusações por porte de drogas.

Segundo a Ansa, o homem é investigado por ter sido ex combatente de EI em 2013.

 

No dia 23 de agosto ele foi encontrado em perugia com gravações que citavam os terroristas.

De acordo com a Ansa, os dois marroquinos mantêm contato com o grupo através das redes sociais.

Até o momento, foram 96 expulsões desde o início do ano, assinadas pelo ministro do Interior, Marco Minniti.

Desde 2015, já foram 228 pessoas expulsas como suspeitas de manterem contato com terroristas.