Vice-premier italiano enviou mensagem a candidato do PSL

(ANSA) – O vice-premier e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, divulgou ontem (7) uma mensagem de apoio ao candidato Jair Bolsonaro, pedindo para o político se recuperar logo e “ser eleito presidente” do Brasil.

“Toda a minha solidariedade a Jair Bolsonaro, gravemente ferido durante um compromisso eleitoral. Desejo que possa voltar logo e ser eleito presidente do Brasil”, escreveu Salvini, em seu perfil oficial no Twitter.

Bolsonaro, do PSL, foi esfaqueado nesta quinta-feira (6) durante um ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Aos 63 anos, o político passou por uma cirurgia e foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O agressor foi identificado como Adelio Bispo de Oliveira, de 40 anos, que está detido. Ele disse ter agido “por vontade de Deus”.

O político lidera das pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno das eleições, que ocorrem dia 7 de outubro.

Bolsonaro defende posições conservadoras, assim como Salvini, que representa a extrema-direita italiana, com o partido Liga Norte.