Matteo Salvini é o candidato a premier do partido Liga Norte

O candidato a primeiro-ministro da Itália pelo partido ultranacionalista Liga Norte, Matteo Salvini, prometeu nesta terça-feira (6) que fechará todos os centros islâmicos “ilegais” no país.

A proposta foi anunciada por meio de uma nota do partido, que integra a coalizão da direita com o moderado Força Itália (FI), de Silvio Berlusconi. “Com a Liga no governo, todos os centros islâmicos ilegais serão fechados”, afirma o comunicado.

Na próxima quinta-feira (8), Salvini iniciará oficialmente sua campanha para as eleições de 4 de março, com um comício na cidade de Umbertide, na Úmbria, onde está em construção um centro cultural do Islã.

De acordo com o candidato, esses locais “minam a segurança dos cidadãos”. “Faremos com que aquele terreno [do centro islâmico de Umbertide] retorne para seus reais destinatários, ou seja, as associações que atuam com ações sociais”, acrescentou Salvini.

A entidade islâmica na cidade umbra ficará em uma área de 1,8 mil metros quadrados, cedida pela Prefeitura por 106 mil euros.

Atualmente, as pesquisas colocam a coalizão conservadora como favorita para vencer as eleições de 4 de março, mas os partidos que formam a aliança ainda não têm um acordo sobre quem seria o primeiro-ministro em caso de vitória. (ANSA)