Aos 54 anos, Conte é um jurista sem experiência política

(ANSA)

O jurista Giuseppe Conte aparece como o nome mais cotado para ser indicado ao cargo de primeiro-ministro da Itália pelos partidos Liga Norte e Movimento 5 Estrelas (M5S). Aos 54 anos de idade, Conte tem um vasto currículo profissional na área jurídica, mas zero experiência em cargos públicos.

“Escreva-me como se cada mensagem lhe custasse 10 euros. Isso ajuda a concentrar o pensamento”, costuma dizer o jurista aos que o procuram. Conte é professor de Direito da Universidade de Florença, especialista em Direito Administrativo e filiado ao M5S desde 2013. Di Maio já pretendia coloca-lo em seu governo caso vencesse as eleições. Nascido na cidade e Volturara Appulla, na província de Foggia, na região da Puglia, no sul da Itália, em 1964, Conte é graduado pela Universidade La Sapienza, em Roma. É diretor de várias revistas especializadas em Direito na Itália e membro do comitê-executivo da Agência Espacial Italiana. Já passou pelas universidades de Yale, Cambridge, New York e Sorbonne para suas especializações.

Em 1998, participou da comissão instituída pelo Palácio Chigi para a reforma do Código Civil italiano.

Se realmente indicado ao cargo, Conte será o sexto premier italiano com experiência técnica e sem origens políticas.

Divorciado, Conte tem um filho de 10 anos de idade. Em Roma, possui um escritório de direito. O nome de Conte deve ser apresentado nesta tarde por Salvini e Di Maio, em reunião com o presidente da Itália, Sergio Mattarella. Outros nomes cotados são Andrea Roventini, de 41 anos, um economista que é professor na Universidade de Pisa, e Paolo Savona, de 81 anos, que foi ministro da Indústria entre 1993-1994 e que sempre foi contrário ao tratado europeu de Maastricht.