Mais de 25% dos itens provam “italianidade” com etiquetas

De acordo com um relatório realizado pelo instituto Nielsen, mais de 25% dos produtos alimentícios vendidos em supermercados da Itália procuram provar sua “italianidade” através de etiquetas e da bandeira tricolor em suas embalagens.

Dos 60,6 mil itens de longa duração avaliados na pesquisa, mais de 15,3 mil destacam sua origem italiana na própria embalagem. Ao longo de 2017, suas vendas cresceram 4,5%, segundo a Nielsen.

A região que mais aparece nas indicações de origem desses produtos é Trentino-Alto Ádige. Enquanto isso, Puglia, Toscana e Piemonte foram as que mais cresceram em termos de vendas.