Wanda Ferragamo liderou a empresa após a morte de seu marido

A presidente honorária da grife italiana Salvatore Ferragamo, Wanda Miletti Ferragamo, morreu nesta sexta-feira (19), aos 96 anos de idade.

A viúva de Salvatore Ferragamo faleceu em casa em Fiesole, cidade que fica nas colinas dos arredores de Florença, local da sede da marca.

Nascida em Bonito, no sul do país, ela assumiu a grife após a morte de seu fundador e a ajudou a se consolidar como um dos ícones da moda italiana. Mãe de seis filhos, rompeu com o acesso automático da família ao comando da empresa em 2006, ao nomear Michele Norsa como CEO.

“Nunca esqueceremos a tenacidade, a paixão e a visão de uma mulher única como ela, que levou a beleza e a criatividade de Florença a todo o mundo”, disse o prefeito florentino, Dario Nardella.