Instituto divulgou um novo relatório de previsão econômica

O Instituto Italiano de Estatísticas (Istat) confirmou que mantém uma previsão positiva para o crescimento da economia da Itália em 2018. Segundo o Istat, o Produto Interno Bruto (PIB) italiano deve crescer 1,4%, em termos reais.

“A demanda interna líquida forneceria uma contribuição positiva de 1,5 ponto percentual para o crescimento do PIB; a contribuição da demanda externa resultaria nula, e as variações de estoque marginalmente negativas seriam de 0,1 ponto percentual”, disse a entidade, em seu mais novo relatório. Com isso, o Istat confirma suas previsões lançadas nos meses passados.

O Istat crê que o aumento nas despesas familiares gerará um leve aquecimento do mercado, na comparação com os anos anteriores, de cerca de 1,2%. O crescimento do consumo deverá continuar sendo suportado pelo melhoramento do cenário do mercado de trabalho, cuja previsão é de alta de 0,8% em termos de unidade de trabalho. Apesar de lenta, deverá haver uma diminuição na taxa de desemprego a 10,8%.

Mas o instituto admite que o crescimento do PIB poderá ser afetado por cenários negativos do comércio internacional, o que reduziria em até 0,2 ponto percentual a previsão para 2018. Nesse caso, o PIB italiano pode ser de 1,2% no fim do ano.

(com informações da ANSA)