Os agentes da Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) da Polícia de Estado em Milão prenderam nesta sexta-feira (26) dois egípcios, pai e filho, por associação a atos terroristas

De acordo com a imprensa local, os dois homens de 51 e 23 anos, respectivamente, moravam na província de Como, junto com mais duas mulheres. Todos foram expulsos do país.

Alvo frequente de ameaças do Estado Islâmico (EI), a Itália é a única entre as cinco maiores potências da Europa Ocidental que não sofreu atentados terroristas de matiz islâmica, ao contrário de Alemanha, Espanha, França e Reino Unido. Os cinco países integram a coalizão que combate o grupo no Oriente Médio e no norte da África.