Jogar, descobrir, mudar a realidade usando a fantasia para criar novas formas de viver: nenhum mundo encarna de maneira mais completa essas palavras do que o circo

E será o mundo circense o principal protagonista do Carnaval de Veneza, que começa oficialmente neste sábado (27), sobre as águas do Rio Cannaregio.

Dois espetáculos gratuitos, um às 18h e outro às 20h (respectivamente, às 15h e 17h, no horário de Brasília), marcarão o primeiro dia dos eventos carnavalescos na cidade.

Pelo terceiro ano consecutivo, a festa será dirigida por Marco Maccapani, que promete transformar o rio em um verdadeiro set cinematográfico com uma exibição onde estruturas flutuantes transferirão sobre as águas o tema condutor do carnaval “Creatum: Civitas Ludens” (“Criatividade: Cidade do Esporte ou Cidade Lúdica”, em tradução livre).

O nome do espetáculo de será “VeCircOnda”, um título que pode se traduzido como “Ve”, que representa a ligação profunda com a cidade, “Circo”, o tema escolhido para o show, e “Onda”, para destacar o efeito provocado sobre as águas.

Para contar tudo isso, as alegorias se ligarão virtualmente ao olho de Federico Fellini que, em 1954, venceu o Leão de Prata da 15ª do Festival Internacional de Cinema de Veneza, com o filme “La Strada”.

“Serão as atrações clássicas do circo do início dos anos 1900: o carrossel, a caravana da ‘soubrette’, a acrobata, o palhaço, os animais exóticos, uma mágica num tempo distante, mas ainda hoje vital e viral, que encherá o espaço e chamará a visão do público até a atração final: um equilibrista que andará sob um fio de aço suspenso de uma parte a outra do canal de Cannaregio”, explicou Massimo Andreoli, o diretor de produção da abertura. (ANSA)