Em comemoração ao ‘Dia Mundial da Água’, celebrado nesta quinta-feira (22), oito estudantes estão representando a Itália no 8º Fórum Mundial da Água, maior evento internacional dedicado aos recursos hídricos, sediado em Brasília até 23 de março

Os alunos foram vencedores do “água-hack”, um projeto organizado pelo Ministério da Educação do país europeu em setembro do ano passado, durante a semana “Regras de água, regras para a vida”.

A vitória garantiu aos premiados uma vaga no evento brasileiro.

Em Brasília, os italianos foram protagonistas do Fórum da Juventude, e debateram sobre a água, principal assunto durante esta semana. A partir da Agenda 2030 Global, trabalharam e colaboraram, por mais de dois dias, juntamente com representantes de 20 países e mais de 30 organizações juvenis envolvidas no setor.

Eles também tiveram a oportunidade de lidar com especialistas internacionais em água e mentores das principais oraganizações mundiais. Os italianos presenciaram e ajudaram em todas as fases de elaboração da Declaração da Juventude.

O 8º Fórum começou no último domingo (18), e até agora já reuniu cerca de 45 mil pessoas. É o maior evento relacionado ao tema e tem a chancela do Conselho Mundial da Água (CMA), responsável pelo acompanhamento da questão em todo o mundo há mais de 30 anos. Esta é a primeira vez que o evento acontece em um país no Hemisfério Sul, desde sua estreia em 1997, na cidade de Marrakesh, no Marrocos.

Quando Brasília foi escolhida para sediar o Fórum, a cidade ainda vivia tempos de abundância em suas torneiras, situação que mudou a partir da crise hídrica ocorrida pela escassez de chuvas no verão de 2016 e 2017. (ANSA)