Na terça-feira (07) o ministro do Planejamento do Brasil, Dyogo Oliveira, foi recebedo pelo ministro do Desenvolvimento Econômico da Itália, Carlo Calenda, para uma reunião

De acordo com a Ansa, os principais assuntos foram as negociações para o acordo de livre comércio entre a UE e o Mercosul, além do pedido de adesão do país sul-americano à Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Por meio de uma nota, o gabinete de Calenda afirmou que os dois blocos estão “trabalhando para favorecer uma conclusão positiva” das tratativas.

O ministro também afirmou que Roma sempre foi aberta à esta adesão.

Além disso, o ministro afirmou que Roma é “tradicionalmente” aberta à adesão do Brasil à OCDE.

Calenda afirmou que as empresas italianas estão prontas para colaborar com o programa de privatizações de Michel Temer.

Segundo a Ansa, essa ajuda seria principalmente nas áreas de energia, portos, aeroportos e rodovias.

O ministro do Planejamento do Brasil também se encontrou com o ministro de Infraestrutura da Itália, Graziano Delrio, com o embaixador brasileiro no país europeu, Antonio Patriota, e com representantes do empresariado local.