Comunità Italiana

Museus da Itália terão aberturas noturnas no verão

 

Programação será adotada em várias cidades do país

(ANSA)

Alguns museus da Itália abrirão suas portas para visitações à noite durante os meses do verão europeu (entre junho e setembro).

A iniciativa foi estabelecida após a “Noite dos Museus”, que ocorreu no último domingo (20), quando espaços culturais ficaram abertos aos turistas no período noturno. O sucesso do projeto levou outras cidades a adotarem ações semelhantes. Em Veneza, por exemplo, o Palazzo Ducale terá entrada permitida até 22h (horário local), em todas as sextas e sábados até o mês de outubro.

O visitante ainda poderá conhecer a mostra “John Ruskin. As pedras de Veneza”, em cartaz até 10 de junho, e a exposição “Tintoretto 1519-2019”, disponível a partir de 7 de setembro, para festejar os 500 anos de nascimento do pintor veneziano.

Já em Pádua, os turistas poderão visitar a Cappella degli Scrovegni durante a noite, de segunda a domingo, até 4 de novembro, com direito a “turno duplo”, que consiste na permanência na sala dos afrescos por 40 minutos.

A pinacoteca Academia Carrara, em Bergamo, ficará aberta até 0h, nos dias 30 de junho, 28 de julho, 29 de setembro e 27 de outubro. O acervo conta com obras de Pisanello, Sandro Botticelli e Ticiano.

Em julho e agosto, o Museu Egípcio de Turim permitirá visitas das 18h30 às 22h30, por apenas cinco euros. Nas quintas-feiras, o horário será estendido para até 23h.

Em Florença, de 5 de junho a 28 de setembro, as Gallerie degli Uffizi estarão abertas até as 22h. Já em Roma, diversos locais oferecerão programação diferenciada, dentre eles os Museus do Vaticano, com fechamento às 23h até 26 de outubro.

Em Agrigento, o sítio arqueológico do “Vale dos Templos”, considerado patrimônio histórico pela Unesco, também oferecerá turnos à noite.