No dia do aniversário de 135 anos do nascimento de Benito Mussolini, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, recebeu críticas nesse último domingo (29) por citar uma frase usada como slogan pelo fascista

“Tantos inimigos, tanta honra”, escreveu o líder da ultranacionalista Liga no Twitter, ao comentar um artigo que diz que, apesar da oposição da esquerda e de alas da Igreja Católica, o apoio a ele continua crescendo.

A frase remete ao célebre slogan “Muitos inimigos, muita honra”, usado pela propaganda de Mussolini e do regime fascista. “Mussolini destruiu e humilhou a Itália com um dramático preço de sangue. Se esse é o objetivo de Salvini, seus inimigos são os italianos”, declarou o governador do Lazio, Nicola Zingaretti.

“Mas talvez isso seja para esconder a verdade: que esse governo é um fracasso”, acrescentou. Já o secretário nacional do partido Esquerda Italiana, Nicola Fratoianni, chamou o ministro de “racista” e “nostálgico do fascismo”.

“Que o ministro do Interior cite uma frase de Mussolini no dia de seu nascimento diz bastante sobre sua cultura política, sobre seu respeito à Constituição e sobre a República Italiana, nascida da Resistência antifascista”, disse.

O ministro ainda não se pronunciou sobre a polêmica.

(Agência ANSA)