Meia de 21 anos passa por exames médicos antes de ter venda oficializada para o clube italiano

Na manhã desta quarta-feira (10), o meia Lucas Paquetá, do Flamengo, realizou exames médicos para oficializar a sua contratação com o Milan. O jogador de 21 anos esteve em uma clínica na zona oeste do Rio de Janeiro para realizar pelo procedimento padrão antes de poder assinar com o clube italiano.

O Flamengo monitora os procedimentos. O clube, por sua vez, segue sem se manifestar oficialmente sobre a negociação.

Milan mais incisivo que PSG

Firme na decisão de contratar Paquetá, o Milan atravessou as conversas bem adiantadas com o Paris Saint-Germain e venceu a disputa. A proposta de ambos é similar: cerca de 35 milhões de euros mais bônus por desempenho. Pesou a favor dos italianos a forma incisiva de condução das conversas e uma possibilidade maior de aproveitamento de Paquetá.

A transação foi conduzida pelo brasileiro Leonardo, apresentado em julho pelo fundo americano Elliot, que conduz o clube, como diretor esportivo. Desde o primeiro momento, o ex-lateral-esquerdo, revelado pelo próprio Flamengo, colocou Lucas Paquetá como alvo com a aprovação do treinador Gattuso.

Com o encaminhamento do acerto com o PSG, inclusive com o lobby de Neymar junto ao jogador, o Milan oficializou a proposta e seduziu os rubro-negros. Fontes ligadas a alta cúpula do Flamengo revelam que o CEO Bruno Spindel foi responsável por definir os detalhes finais da transação, pessoalmente em Milão.

(com informações do GE)