Veículo, em homenagem a Ayrton Senna, é considerado o mais rápido já produzido pela montadora

(ANSA)

Os primeiros testes do McLaren Senna, que será lançado em 2019, foram aprovados pelos especialistas e confirmou que o piloto brasileiro ficaria “orgulhoso” com o desenvolvimento do carro. O esportivo, que é considerado o mais rápido já feito pela montadora britânica, mostrou sua desenvoltura na pista de Silverstone, e foi analisado por Arthur St. Antoine, jornalista da revista norte-americana “Automobile”.

“O Senna é um redemoinho de forças que, em uma ou duas voltas, pode facilmente reduzir um astronauta da NASA a um homem trêmulo”, comparou Antoine. Segundo a McLaren, o veículo possui um motor V8 biturbo que gera 800 cavalos de potência. O esportivo faz de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos, com velocidade máxima de 340 km/h. O carro foi apresentado em março no Salão de Automóvel em Genebra, na Suíça. Com somente 500 unidades, o veículos custará cerca de 750 mil libras esterlinas.