O tradicional fabricante italiano Officine Panerai presenteou o colégio com um wall clock

Exclusividade e tradição estão entre os legados que a boutique de relógios de luxo  Officine Panerai ajudou a construir ao longo da sua história que começou na Praça San Giovanni, em Florença, em 1860. As coleções de alta relojoaria são vendidas exclusivamente no shopping JK Iguatemi, na única loja da grife instalada no bairro Vila Olímpia, na capital paulista. Além desse ponto comercial, um modelo de parede pode ser apreciado também, no hall do colégio italiano Dante Alighieri, desde o início de novembro.

A boutique de relógios fez a doação de um wall clock para a instituição em um evento simbólico (8/11) para prestigiar o fabricante e reunir os representantes da comunidade italiana que residem no Brasil. O design da peça lembra uma escotilha estilizada que remete à ligação histórica desses relógios com o mar.

O diretor da boutique Panerai, Marcello Giusti, afirmou que o objetivo dessa iniciativa foi estabelecer uma parceria com o colégio Dante Alighieri que, como a Panerai, representa uma marca de valor com uma cultura, tradição e solidez muito fortes. Pelos corredores do Dante passam cerca de 5 mil pessoas diariamente e essa associação com a instituição é importante porque essa comunidade possui muitas afinidades culturais com a marca Panerai.

O presidente do colégio José Luiz Farina fez uma abertura contando a história da empresa que além de boutique, funciona também como oficina e escola para relojoeiros. A escola foi durante muitos anos fornecedora oficial de instrumentos de precisão para a Marinha Real Italiana, principalmente para a Divisão Especial de Operações Subaquáticas.

Os projetos encomendados naquela época foram mantidos em segredo militar por muitas décadas e alguns chegaram ao mercado civil apenas em 1993. Esse “origem secreta” inclusive ajudou a construir uma imagem muito própria em relação à marca Panerai. A empresária e ex-aluna do Dante Alighieri, Costanza Pascolato, uma das convidadas que prestigiou o evento, acredita que essa história do fabricante cheia de segredos contribuiu para o simbolismo criado em torno da Panerai. “É uma dos relógios mais sofisticados que, produzidas apenas em edições limitadas, acabam sendo conhecidas apenas entre colecionadores e aficionados por relógios”. Costanza lembra ainda que seu pai era um colecionador de relógios e seus amigos sicilianos lhe mostravam um desses modelos e diziam sempre: “Claro que você não conhece. Esse é um Panerai”.

Outros convidados presentes ao evento eram o desembargador Walter Fanganiello, o artista plástico Canato, o empresário Edmundo Sansone, entre outros. A Panerai foi lançada no mercado internacional de alta relojoaria, após a aquisição da marca pelo grupo Richemont. Hoje, a Panerai possui 64 boutiques em vários países e está presente no Brasil desde julho de 2012.