O mafioso estava vivendo em um apartamento de luxo em Alicante

Em uma ação conjunta com a polícia espanhola, a Itália prendeu na madrugada desta segunda-feira (22) o mafioso Fausto Pellegrinetti, procurado há mais de 15 anos pelas autoridades italianas.

O homem de 76 anos foi detido em um apartamento luxuoso na província de Alicante e era um dos líderes do novo clã della Magliana, que atua principalmente em Roma. Ele havia sido condenado em definitivo a 13 anos de prisão por tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, mas não chegou a cumprir a pena.

 A investigação durou cerca de dois anos e fez um cerco à área onde o italiano vivia na Espanha. Pellegrinetti usava diversas identidades falsas para poder se esconder, com os nomes de Franco, Enrico Longo, Franco Penello ou Giulio Dedonese.
A ação que culminou com a prisão do italiano foi coordenada pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Roma, com a ajuda de autoridades dos dois países. (ANSA)