Esporte lamenta a morte do jogador de 31 anos; Polícia investiga homicídio

A tristeza no mundo do futebol por conta do falecimento de Davide Astori foi ilustrada nas capas de grandes veículos de comunicação do país. Jogadores, clubes e entidades lamentam profundamente a morte do jogador, de 31 anos, capitão da Fiorentina, vítima de uma parada cardíaca neste domingo (4).

Os três principais jornais esportivos da Itália estamparam o rosto de Astori como forma de dar adeus e prestar homenagem. O Corriere dello Sport ressaltou o lado humano: “Um filho, um homem, um papai”, uma vez que ele deixou os pais, a esposa Francesa e uma criança de dois anos. A Gazzetta dello Sport iluminou o rosto de Astori em um fundo preto com a seguinte manchete: “A força de Davide”, informando também o adiamento da rodada do Campeonato Italiano. O Tuttosport sintetizou a despedida ao capitão da Fiorentina com um “Tchau, capitão”.

A sede da Fiorentina, em Florença, amanheceu com as homenagens ao jogador. A diretoria anunciou que todas as atividades das divisões de base e da equipe feminina foram suspensas.

Reprodução Twitter

A Federação Italiana de Futebol (Figc) posicionou sua bandeira em função do luto oficial decretado desde domingo. A seleção feminina sub-19 jogou com uma faixa preta no braço em referência a Astori contra a Noruega, no Torneio di La Manga. Além disso, a Associação de Futebol inglesa (FA) disse que prestará homenagens no amistoso contra a Itália, no dia 27 de março, em Wembley.

Reprodução Twitter

Jogadores e clubes de todo o mundo enviaram suas condolências à família de Astori. “Não conseguiria pensar no clássico depois de uma tragédia como essa”, disse Gattuso, técnico do Milan, que entraria em campo contra a rival Internazionale neste domingo.

O brasileiro Samir, zagueiro da Udinese, relatou o estado de choque dos companheiros de time que se preparavam para o confronto contra a Fiorentina de Astori. “Estou sem acreditar até agora. Ficamos sabendo que teria uma reunião. Quando cheguei à sala de reunião, já estava praticamente todo mundo lá. Até entrei junto com o treinador. Quando entro, ele logo avisa que não haveria mais jogo, que a rodada seria adiada, porque o Davide Astori, capitão da Fiorentina, foi encontrado morto dentro do quarto. Caramba! Tinha que ver a reação de todos na sala! Todos de boca aberta, olhando um para o outro sem acreditar. Estou estarrecido até agora. Nunca senti isso na minha vida, uma sensação muito estranha. Uma coisa que poderia acontecer com qualquer um de nós. Ele dormia sozinho. Disseram que teve um mau súbito, ninguém pôde ajudá-lo. Triste demais”, contou Samir.

Um dos maiores ídolos do futebol italiano, o goleiro Buffon publicou um grande texto emocionado em seu perfil oficial no Instagram. “Eu quase não expresso publicamente um pensamento sobre uma pessoa (…) No seu caso, sinto que estou fazendo uma exceção à minha regra, porque você tem uma jovem esposa e familiares que estão sofrendo, mas especialmente sua pequena filha, merece saber que seu pai era em todos os aspectos uma pessoa perfeita (…) Você era a melhor expressão de um mundo antigo e superado, em que valores como altruísmo, elegância, educação e respeito pelos outros eram os mestres. Parabéns, de fato, você foi uma das melhores figuras esportivas em que encontrei”, escreveu. (com informações de globoesporte.com)

Reprodução Instagram

Polícia da Itália investiga homicídio

A procuradoria da Údine, na Itália, abriu nesta segunda-feira (5) uma investigação por ‘homicídio culposo’ (quando não há intenção) sobre a morte do capitão da Fiorentina, Davide Astori, ocorrida ontem (4).

A informação foi declarada pelo procurador Antonio De Nicolo. Segundo as informações preliminares, o atleta, que estava hospedado no hotel “La di Moret”, teria morrido após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Astori estava concentrado para a partida diante da Udinese, válido pelo Campeonato Italiano. No entanto, após o jogador não ter aparecido no café da manhã, o massagista do clube encontrou o corpo do zagueiro já sem vida em seu quarto.