O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou neste domingo (22) o Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1, superando aos finlandeses Valtteri Bottas (Mercedes) e Kimi Raikkonen (Ferrari)

Com esta 66º vitória de sua carreira, Hamilton recupera a liderança do Mundial com 17 pontos a mais que o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que teve de abandonar a corrida na volta 52 por causa de acidente causado pela chuva.

Vettel (Ferrari), que liderava a prova, teve de abandonar a prova ao perder o controle de seu carro, que se chocou a pouca velocidade contra o mureta de proteção.

É a primeira vez que o piloto britânico conquista a vitória depois de sair atrás da sexta colocação. “Sempre é preciso acreditar”, explicou o tetracampeão mundial.

“O time fez um grande trabalho, o carro estava fantástico”, acrescentou ao final da corrida, sob intensa chuva enquanto soava o hino britânico em honra ao vencedor.

Hamilton, que largou da 14ª colocação por conta de um problema hidráulico em seu carro nos treinos classificatórios, não demorou para assumir a quarta posição. No fim, beneficiou-se da chuva e do azar do rival na luta pelo título.

Depois do carro de segurança deixar a pista pelo acidente de Vettel, Hamilton soube controlar os ataques de seu companheiro Valtteri Bottas.

Vettel, que largou na pole position, precisou deixar a corrida pela primeira vez na temporada. Além disso, não foi desta vez que o alemão venceu o GP no circuito de Hockenheim.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) e o alemão Nico Hulckenberg (Renault) terminaram na quarta e quinta colocação, respectivamente.

O mexicano Sergio Pérez (Force India) terminou em sétimo, entre franceses Romain Grosjean (Haas) e Esteban Ocon (Force India).

O sueco Marcus Ericsson e o neozelandês Brendon Hartley somaram pontos ao terminarem na nona e décima posições, respectivamente.

A próxima corrida será no GP da Hungria, semana que vem, antes da parada de verão.

– Classificação final do GP da Alemanha da Fórmula 1:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

os 306,458 km em 1 h 32:29.845

(média: 198,789 km/h)

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 4.535

3. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 6.732

4. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Renault) a 7.654

5. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 26.609

6. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) a 28.871

7. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 30.556

8. Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes) a 31.750

9. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 32.362

10. Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso-Honda) a 34.197

11. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 34.919

12. Carlos Sainz Jr (ESP/Renault) a 43.069

13. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Renault) a 46.617

14. Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso-Honda) a 1 volta

15. Charles Leclerc (MON/Sauber-Ferrari) a 1 volta

16. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Renault) a 1 volta

Abandonos:

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault): problema mecânico volta 35

Sergey Sirotkin (RUS/Williams): motor volta 52

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): choque volta 52

Lance Stroll (CAN/Williams): problema mecânico volta 54

Fernando Alonso (ESP/McLaren-Renault): problema mecânico volta 65

– Classificação do Mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 188 pontos

2. Sebastian Vettel (ALE) 171

3. Kimi Räikkönen (FIN) 131

4. Valtteri Bottas (FIN) 122

5. Daniel Ricciardo (AUS) 106

6. Max Verstappen (HOL) 105

7. Nico Hülkenberg (ALE) 52

8. Fernando Alonso (ESP) 40

9. Kevin Magnussen (DIN) 39

10. Sergio Pérez (MEX) 30

11. Esteban Ocon (FRA) 29

12. Carlos Sainz Jr (ESP) 28

13. Romain Grosjean (FRA) 20

14. Pierre Gasly (FRA) 18

15. Charles Leclerc (MON) 13

16. Stoffel Vandoorne (BEL) 8

17. Marcus Ericsson (SUE) 5

18. Lance Stroll (CAN) 4

19. Brendon Hartley (NZL) 2

20. Sergey Sirotkin (RUS) 0

– Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes 310 puntos

2. Ferrari 302

3. Red Bull 211

4. Renault 80

5. Force India 59

6. Haas 59

7. McLaren-Renault 48

8. Toro Rosso-Honda 20

9. Sauber 18

10. Williams 4

(AFP)