Charles Leclerc acredita que pode disputar o título da Fórmula 1 com a Ferrari no ano que vem e que tem força mental para lidar com a pressão de pilotar para uma das equipes mais importantes do esporte com tão pouca idade

O atual campeão da Fórmula 2 foi para a Sauber no início da temporada, e depois de impressionar com um carro modesto o jovem de 20 anos de Mônaco foi anunciado na semana passada como parceiro do tetracampeão mundial Sebastian Vettel na Ferrari a partir de 2019.

“Sonhava em ser piloto de Fórmula 1 desde que era criança, e estar na Ferrari agora superou minhas expectativas”, disse Leclerc a repórteres na quinta-feira (13), antes do Grande Prêmio de Cingapura.

“Estava sempre olhando o carro vermelho, e estar em um dos dois assentos é incrível. É estranho, já que a maioria das pessoas provavelmente pensará que a mudança coloca mais pressão sobre os meus ombros, mas realmente não sinto isso”.

“Tenho a mentalidade certa para reagir sob pressão, eu me concentro em mim mesmo e não penso no que as pessoas esperam de mim no carro. Se fizer o trabalho direito e trabalhar do jeito certo os resultados virão. Não sinto a pressão”.

O alemão Vettel está envolvido em uma disputa acirrada pelo título com Lewis Hamilton, e embora esteja 30 pontos atrás do rival com sete corridas pela frente a Ferrari é considerada em geral um carro melhor do que a Mercedes do britânico.

(Reuters)